Ex-primeiro-ministro egípcio Shafiq não será candidato às presidenciais

Cairo, 7 Jan 2018 (AFP) - O ex-primeiro-ministro egípcio Ahmed Shafiq anunciou neste domingo (7) que não será candidato às próximas eleições presidenciais, contrariamente ao que havia afirmado no fim de novembro, quando ainda estava exilado nos Emirados Árabes Unidos.

Em um comunicado publicado em sua conta no Twitter, Shafiq assegurou que depois de seu retorno ao Cairo, no início de dezembro, se "deu conta" de que não é "a melhor pessoa" para o cargo.

Shafiq, que foi primeiro-ministro durante os últimos dias de Hosni Mubarak à frente do Estado em 2011, já foi candidato nas eleições de 2012, mas foi vencido pelo islamita Mohamed Morsi.

Pouco depois da derrota, foi investigado pela Justiça egípcia por corrupção e acabou se exilando nos Emirados Árabes Unidos. Finalmente foi absolvido.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Receba por e-mail as principais notícias sem pagar nada.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos