Número de mortos por disparos de policiais aumenta nos EUA

Washington, 8 Jan 2018 (AFP) - Agentes da Polícia americana mataram quase mil pessoas em 2017, uma cifra levemente superior à do ano passado, segundo uma contagem publicada nesta segunda-feira (8) pelo The Washington Post.

No total, 987 pessoas perderam a vida atingidas por disparos de policiais no ano passado, contra 963 em 2016 e 995 em 2015, indicou o jornal, que faz a conta dos tiroteios com presença policial desde 2015, acompanhando dados da imprensa local, publicações oficiais e redes sociais.

Trata-se da contagem oficial mais confiável e mais completa do país.

O emprego da força letal por parte de agentes da Polícia tem estado sujeito a polêmica nos últimos anos, após a morte de vários homens negros desarmados, o que em 2017 provocou manifestações em todo o país, algumas das quais acabaram em distúrbios.

Segundo o Post, 19 homens negros armados foram executados por forças de ordem em 2017 contra 17 em 2016, e 36 no ano anterior.

O jornal revela que o número de homens negros mortos por disparos de policiais representa um nível desproporcional, pois supõe 22% do total, enquanto os homens negros representam apenas 6% da população total do país.

A Polícia matou 68 pessoas desarmadas em 2017, contra 51 em 2016 e 94 em 2015.

"O foco nacional neste problema fez com que os policiais sejam mais cautelosos em situações sem armas", explicou ao jornal Chuck Wexler, diretor executivo da organização policial Police Executive Research Forum.

Segundo a base de dados do Washington Post, a grande maioria das pessoas mortas - 735 - estavam em posse de armas brancas ou de fogo, enquanto em 2016 foram 693.

De acordo com a polícia federal americana (FBI), 46 agentes morreram em 2017 no exercício de suas funções contra 66 em 2016.

O número de mortos por disparos efetuados por policiais nos Estados Unidos está muito acima das cifras de outros países desenvolvidos.

Segundo o grupo britânico Inquest, agentes policiais mataram quatro pessoas no Reino Unido em 2016, e de acordo com o jornal berlinês Tageszeitung, no mesmo ano 13 pessoas morreram vítimas de disparos de policiais na Alemanha.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Receba por e-mail as principais notícias sem pagar nada.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos