Posse de Cristiane Brasil no ministério do Trabalho é suspensa pela Justiça

Rio de Janeiro, 8 Jan 2018 (AFP) - O juiz Leonardo da Costa Couceiro, da 4ª Vara Federal Criminal de Niterói, suspendeu nesta segunda-feira a posse da deputada federal Cristiane Brasil (PTB-RJ) como ministra do Trabalho.

A decisão, em caráter liminar, respondeu a uma ação popular movida após a notícia de que Cristiane Brasil foi condenada a pagar 60 mil reais em dívidas trabalhistas para dois motoristas que trabalharam para ela.

A Advocacia-Geral da União (AGU) informou que já prepara recurso contra a liminar que suspende a posse de Cristiane Brasil.

Antes da decisão judicial, nesta segunda-feira, Cristiane procurou Michel Temer para confirmar se sua indicação estava de pé, e teria recebeido a confirmação por parte do presidente.

A posse de Cristiane Brasil estava prevista para esta terça-feira, no Palácio do Planalto. Ela foi indicada ao cargo após Ronaldo Nogueira (PTB-RS) pedir demissão.

Cristiane Brasil, 44 anos, é filha de Roberto Jefferson, o ex-deputado que denunciou o "mensalão", um esquema de corrupção e desvio de dinheiro público para subornar parlamentares em troca de apoio no Congresso às iniciativas do então presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos