Turquia volta a prorrogar estado de emergência

Ancara, 8 Jan 2018 (AFP) - O governo turco prorrogará, pela sexta vez, o estado de emergência instaurado após a tentativa de golpe de Estado de 15 de julho de 2016, informou nesta segunda-feira (8) seu porta-voz.

O estado de emergência, que devia terminar em 19 de janeiro, "será estendido de novo" por três meses, declarou em uma coletiva de imprensa em Ancara o vice-primeiro-ministro Bekir Bozdag.

Bozdag precisou que a questão fará parte da ordem do dia da próxima reunião do Conselho de segurança nacional, e depois será apresentada na Assembleia Nacional pelo governo

Depois de ser formalmente aprovada pelo Parlamento, esta nova ampliação do estado de urgência será a sexta desde que foi instaurada após a intentona golpista.

Desde que se estabeleceu esta medida, que amplia de forma considerável os poderes das forças de segurança, as autoridades turcas buscam insaciavelmente aos supostos partidários do pregador Fethullah Gülen, acusado por Ancara de orquestrar o levante. Gülen nega qualquer envolvimento.

Além dos possíveis golpistas, os grandes expurgos do governo turco atingem os opositores pró-curdos, os meios críticos com o poder e várias ONGs.

Desde o golpe de Estado fracassado, mais de 55.000 pessoas foram presas e mais de 140.000 despedidas de seus postos de trabalho.

bur-gkg/ezz/cn/es/age/cc

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos