Presidente sul-coreano diz que paz passa por eliminação das armas nucleares

  • AP

    Presidente da Coreia do Sul, Moon Jae-in, durante coletiva de imprensa de Ano Novo em Seul, nesta quarta-feira (10)

    Presidente da Coreia do Sul, Moon Jae-in, durante coletiva de imprensa de Ano Novo em Seul, nesta quarta-feira (10)

O presidente da Coreia do Sul, Moon Jae-In, afirmou nesta quarta-feira (10) que a eliminação das armas nucleares da península coreana é "o caminho para a paz", um dia após o encontro entre representantes das duas Coreias.

"Temos que prosseguir com os esforços para celebrar Jogos Olímpicos pacíficos", declarou Moon em entrevista coletiva.

"Temos que resolver pacificamente a questão nuclear norte-coreana", acrescentou Moon, um dia após Pyongyang anunciar o envio de uma delegação aos Jogos Olímpicos de Inverno na Coreia do Sul.

Delegados do Norte e do Sul celebraram na terça-feira sua primeira reunião oficial em dois anos, na localidade de Panmunjom, na zona desmilitarizada que divide a península.

Estes representantes acertaram que Pyongyang enviará atletas e uma delegação de alto nível aos Jogos Olímpicos de Inverno na cidade sul-coreana de Pyeongchang, em fevereiro.

Moon declarou ainda que está disposto a se reunir com o regime norte-coreano diante das circunstâncias adequadas. "Sob condições apropriadas posso celebrar uma cúpula a qualquer momento".

"Mas não podemos fazer uma reunião apenas para fazer uma reunião. Para celebrar esta cúpula é preciso se criar as condições adequadas e se garantir alguns resultados".

A contrário da então presidente conservadora Park Geun-Hy, o atual líder coreano, de centro esquerda, sempre defendeu o diálogo com o regime norte-coreano de Kim Jong-Un como caminho para eliminar seus programas proibidos de armas.

Os Estados Unidos consideram que a Coreia do Norte deve acabar com seus testes nucleares como passo prévio para qualquer negociação.

"Não temos qualquer divergência de opinião com os Estados Unidos", garantiu Moon durante a entrevista. "Os Estados Unidos apoiam totalmente as conversações intercoreanas e manifestaram ao Sul a esperança de que contribuam para solucionar a questão nuclear norte-coreana".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Receba por e-mail as principais notícias sem pagar nada.

Quero Receber

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos