Moscou diz que informe americano sobre ameaça russa é sem fundamento

Moscou, 11 Jan 2018 (AFP) - O informe do Senado americano sobre a Rússia e o presidente Vladimir Putin, considerados uma ameaça para os Estados Unidos, não tem fundamento e prejudica as relações entre Moscou e Washington, afirmou nesta quinta-feira o Kremlin.

"Só podemos lamentar esta campanha e reiterar que até agora todas essas acusações de interferência do nosso país não tiveram fundamento", indicou o porta-voz da presidência russa, Dmitri Peskov.

"Esse tipo de declaração prejudica as relações entre os Estados Unidos e a Rússia", acrescentou.

O Senado publicou na quarta-feira um documento de 206 páginas em que afirma que o presidente Putin seria uma ameaça aos Estados Unidos.

O documento, redigido principalmente a partir de informações públicas e da imprensa, inclui nos arquivos do Congresso americano a posição dos legisladores democratas, segundo os quais o presidente Donald Trump foi passivo em relação aos ataques informáticos, à propaganda e outras táticas "do regime corrupto de Putin".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos