Suíça espera protestos violentos contra visita de Trump a Davos

Genebra, 11 Jan 2018 (AFP) - As autoridades suíças esperam manifestação violentas neste fim de semana em Berna após a confirmação de que o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, comparecerá ao Fórum Econômico Mundial de Davos, indicaram nesta quinta-feira (11).

"No marco do próximo Fórum de Davos (entre 22 e 26 de janeiro) e depois do anúncio da visita do presidente americano, Donald Trump, foi anunciada uma manifestação não autorizada", declararam as autoridades suíças à imprensa.

A manifestação organizada pela associação anticapitalista suíça RJG está prevista para o sábado às 15H00 locais (12H00 de Brasília), e as autoridades esperam a participação de "centenas de manifestantes".

A Casa Branca anunciou na terça-feira que o presidente americano pretende participar do Fórum Econômico Mundial de Davos, que reúne anualmente líderes políticos, economistas e empresários.

Uma petição na internet lançada na quarta-feira pela organização suíça Campax.org contra a participação do presidente reunia nesta quinta-feira mais de 8.000 assinaturas sob o lema "Trump, você não é bem-vindo, afaste-se de Davos".

Até agora não foi revelado o programa de Trump em Davos.

Como acontece todo ano durante o Fórum de Davos, o exército ajudará a polícia regional a garantir a segurança com aproximadamente 5.000 militares, inclusive fechando o espaço aéreo da área.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos