Sul-coreano é preso suspeito de matar mulher e filho em hotel de Hong Kong

Hong Kong, 14 Jan 2018 (AFP) - Um sul-coreano foi preso neste domingo, suspeito de ter assassinado sua mulher e seu filho no luxuoso hotel Ritz-Carlton, em frente ao porto de Hong Kong, anunciaram autoridades.

A polícia chegou ao local depois de ter recebido uma denúncia, neste domingo, de uma briga conjugal.

A mulher, de 42 anos, e o filho, de 6, foram encontrados sem vida no local, e o homem, também de 42 anos, foi preso, suspeito do assassinato, e hospitalizado, informou a polícia.

Acredita-se que o suspeito tinha consumido álcool. Ele foi encontrado inconsciente no qual de hotel, com feridas leves na mão e no rosto, segundo o comandante-adjunto da política do distrito, Chan Tsz-Leung.

A mulher tinha vários cortes e feridas no peito, e o menino também estava ferido no mesmo lugar.

A polícia encontrou uma faca com lâmina de 12 centímetros no local, afirmou Chan. O motivo do crime ainda não é conhecido.

A polícia não precisou os vínculos entre as três pessoas e se limitou a afirmar que eram estrangeiros.

O consulado da Coreia do Sul em Honk Kong confirmou que eles eram sul-coreanos membros da mesma família.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Receba por e-mail as principais notícias sem pagar nada.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos