Pelé vê Brasil favorito na Copa do Mundo da Rússia-2018

Rio de Janeiro, 15 Jan 2018 (AFP) - O Rei Pelé, símbolo do glorioso futebol brasileiro e hoje um septuagenário que se desloca em andador, considerou nesta segunda-feira que o Brasil é favorito para vencer a Copa do Mundo da Rússia, quatro anos depois da dolorosa humilhação em casa.

"Quem é brasileiro e acredita no Brasil sempre aponta o Brasil como favorito. O Brasil tem condições, tem time para isso, jogadores para isso", afirmou o tricampeão mundial (1958, 1962 e 1970) durante cerimônia de abertura do campeonato carioca. Pelé é o embaixador da competição.

"Na última Copa, tínhamos bons jogadores mas o time estava desorganizado. Uma das coisas boas que aconteceu foi a chegada do Tite. Ele está conseguindo fazer uma equipe", acrescentou.

O ato desta segunda-feira foi a primeira aparição pública de Pelé em um andador. Em outubro do ano passado, o maior artilheiro da seleção Canarinho completou 77 anos: "Pela primeira vez, Deus me deu uma chuteira nova. Por que não mostrar, deixa eu mostrar", brincou.

Apesar da organização colocar uma cadeira à disposição, Pelé preferiu ficar de pé durante toda cerimônia. Antes de subir ao palco, o Rei chegou ao auditório em um pequeno carro de golfe, sorrindo e levantando o punho da mesma maneira que comemorava seus gols. A mobilidade do ex-jogador ficou prejudicada por conta de várias operações no quadril.

"Graças a Deus estou bem. Queria aproveitar essa oportunidade para agradecer de coração, porque recebi muitas mensagens do mundo todo, da África, da Ásia, dizendo que estavam orando para que me recupere bem das minhas cirurgias", contou.

Em dezembro, durante sorteio dos grupos da Copa do Mundo da Rússia, Pelé apareceu em cadeira de rodas ao lado do presidente russo Vladimir Putin e de outras lendas do futebol, como o argentino Diego Maradona.

Em novembro de 2014, o estado de saúde do Rei deixou o mundo do futebol em alerta. Pelé precisou ficar internado sob cuidados intensivos após séria infecção, que precisou de tratamento com diálise renal.

Durante a cerimônia desta segunda, Pelé lamentou que o futebol moderno não produza tantos bons jogadores como antes.

"Hoje em dia só existem três jogadores que se destacam verdadeiramente: Messi, Cristiano Ronaldo e Neymar. Antes, nos tempos de Cruyff ou Beckenbauer, existiam três por equipe", indicou.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos