Trump assegura que quer acolher imigrantes 'de todas as partes'

Washington, 16 Jan 2018 (AFP) - O presidente americano, Donald Trump, disse nesta terça-feira (16) que quer acolher imigrantes de "todas as partes", após ser acusado na semana passada de usar termos depreciativos sobre a imigração de certos países, segundo os participantes de uma reunião na Casa Branca.

"Queremos que venham de todas as partes", disse Trump ao ser perguntado sobre sua política migratória durante uma reunião no Salão Oval com o presidente do Cazaquistão, Nursultan Nazarbaev.

A polêmica iniciada pelas supostas palavras do presidente americano ainda estava em seu auge nesta terça-feira em Washington. Particularmente porque, neste momento, republicanos e democratas estão tentando encontrar no Congresso um compromisso sobre a regularização dos "dreamers", como são chamados os centenas de milhares de indocumentados que chegaram aos Estados Unidos quando crianças e cuja proteção temporária, concedida por Barack Obama, foi retirada em setembro.

Trump não negou explicitamente ter pronunciado a expressão "países de merda" para se referir às nações africanas, a El Salvador e ao Haiti, mas disse, sem entrar em detalhes, que suas palavras foram distorcidas.

Em uma série de tuítes nesta terça de manhã, o presidente atacou o senador democrata Dick Durbin, que compareceu à reunião e assegurou que Trump havia utilizado a expressão ofensiva "várias vezes".

"O senador Dick Durbin deturpou completamente o que disse na reunião sobre o Daca. Não se pode chegar a um acordo quando não há confiança!", escreveu.

"Precisamos de um sistema de imigração baseado no mérito e precisamos agora!", acrescentou em outro tuíte.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos