Agência da ONU para palestinos ONU tem pior crise após bloqueio dos EUA

Ramallah, Territórios palestinos, 17 Jan 2018 (AFP) - A Agência da ONU para os Refugiados Palestinos (UNRWA) atravessa "sua crise financeira mais grave" em quase 70 anos de história, após o anúncio do governo de Donald Trump de bloquear mais da metade dos recursos previstos - alertou seu porta-voz nesta quarta-feira (17).

Ontem, o Departamento de Estado americano anunciou a suspensão do pagamento de US$ 65 milhões à UNRWA do total de US$ 125 milhões da contribuição voluntária de Washington à agência.

Essa quantia seria o primeiro pagamento dos Estados Unidos à UNRWA este ano. Ainda não se sabe em que medida a contribuição total americana será afetada. Em 2017, Washington repassou US$ 350 milhões para a agência, de acordo com números desse organismo.

"Os Estados Unidos anunciaram que contribuiriam com 60 milhões de dólares para o orçamento do programa. Até o momento, não há outras indicações sobre possíveis financiamentos", disse à AFP o porta-voz da agência Chris Gunness.

"A redução drástica dessa contribuição acarreta a crise financeira mais grave da história da agência", criada em 1949, advertiu.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos