Dois americanos e dois canadenses são sequestrados na Nigéria

Lagos, 17 Jan 2018 (AFP) - Dois americanos e dois canadenses foram sequestrados no norte da Nigéria no estado de Kaduna, informou a Polícia à AFP nesta quarta-feira (17).

O sequestro ocorreu após uma emboscada na véspera. Um grupo sequestrou os quatro homens, que estavam escoltados, explicou o porta-voz policial de Kaduna, Mujtar Aliyu.

Dois policiais da escolta morreram durante "o intenso tiroteio", acrescentou.

Aliyu relatou que "a polícia fez tudo o possível para socorrê-los" e que mobilizou "todos os meios" para encontrar os reféns, inclusive unidades especiais anti-sequestro.

O porta-voz negou-se, no entanto, a dar mais detalhes sobre a identidade dos quatro reféns.

Contatado pela AFP, um porta-voz da embaixada americana não quis comentar as informações. A embaixada canadense não pôde ser contatada.

Os sequestros são muito frequentes na Nigéria, onde as personalidades locais e suas famílias vivem muito expostas a esse risco.

A Nigéria também é cenário de uma sangrenta rebelião desde 2009, protagonizada pelo grupo extremista islâmico Boko Haram.

Quatro britânicos, entre eles um homem e sua esposa que pertenciam a uma organização de caridade, foram sequestrados em 13 de outubro passado perto de Warri, no estado de Delta (sudeste).

Três dos reféns foram libertados, mas outro, Ian Squire, morreu no cativeiro.

Em meados de outubro um padre italiano, Maurizio Pallu, também foi sequestrado perto de Benin, no estado de Edo, perto do Delta, por um grupo de milicianos armados. Ele foi libertado cinco dias depois.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos