Imagem de pedófilo é projetada em prédio antes de visita do Papa ao Peru

Lima, 17 Jan 2018 (AFP) - Uma imagem gigante do fundador de um grupo leigo católico acusado de abusos sexuais foi projetada nesta quarta-feira sobre a parede de um prédio próximo à Nunciatura Apostólica de Lima, para protestar contra a visita do Papa Francisco ao Peru.

Luis Fernando Figari, fundador do influente grupo Sodalício da Vida Cristã, aparecia na imagem vestido com uma roupa de presidiário.

O fato gerou confusão e provocou a intervenção da polícia antiterrorista, diante de denúncias de que a imagem seria de Abimael Guzmán, líder detido da guerrilha maoista Sendero Luminoso.

Na imagem, Figari aparece sob a palavra "despedofilize-se" e a frase "Eu sim te espero", dirigida supostamente ao Papa Francisco.

A ação não foi reivindicada por qualquer grupo.

Na véspera, no Chile, Francisco manifestou sua "dor" e "vergonha" pelo "dano irreparável" causado a crianças por padres pedófilos, e se reuniu com um grupo de vítimas.

O Papa inicia nesta quinta-feira uma visita de três dias ao Peru, país de maioria católica sacudido pelo escândalo de pedofilia envolvendo o grupo Sodalício.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos