Jornalista da AFP é detido no Sudão cobrindo manifestações

Cartum, 18 Jan 2018 (AFP) - Um jornalista da Agence France-Presse foi detido nesta quinta-feira (18) pelas autoridades sudanesas quando cobria manifestações contra a alta do preço do pão, que foram dispersadas pela polícia.

Abdelmoneim Abu Idris Ali, de 51 anos e que trabalha para a AFP em Jartum há quase 10, cobria uma manifestação contra o aumento dos preços dos alimentos na quarta-feira em Omdurman, perto da capital sudanesa.

Cerca de 200 manifestantes foram dispersados pela polícia anti-distúrbios com gases lacrimogêneos.

Idris Ali não pôde ser contactado após essa manifestação, e as autoridades sudanesas informaram nesta quinta-feira ao escritório da AFP de sua detenção junto com outros dois jornalistas, um deles da agência Reuters.

Ele está detido em um centro do Serviço Nacional de Inteligência e Segurança (NISS).

Em um primeiro momento, as autoridades indicaram que Idris Ali seria libertado em poucas horas. Mas nessa quinta-feira, 24 horas depois, ele continuava detido.

Os três jornalistas "eram objeto ainda de uma investigação", afirmaram as autoridades sem dar mais detalhes.

"A Direção da AFP condena firmemente a prisão de Idris Ali e solicita às autoridades sudanesas sua imediata libertação", afirmou a agência em comunicado.

O preço do pão duplicou recentemente no Sudão, após a decisão do governo de passar as importações de cereais ao setor privado, o que suscitou um grande descontentamento na população. Desde o início do mês houve várias manifestações, que foram reprimidas pela polícia.

jds-mm/hj/feb/sgf/cc

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos