Rússia acusa Ucrânia de se preparar para guerra em razão de nova lei

Moscou, 18 Jan 2018 (AFP) - A Rússia acusou nesta quinta-feira (18) as autoridades ucranianas de se prepararem para "uma nova guerra", após a provação em Kiev de uma lei que qualifica o conflito armado com os separatistas pró-russos no leste do país de "ocupação temporária russa".

"Não se pode denominar isso de outra maneira se não de preparativos para uma nova guerra", declarou o Ministério das Relações Exteriores russo em um comunicado, advertindo para o risco de uma "escalada (da violência) perigosa" no conflito iniciado há quatro anos.

O texto foi aprovado por 280 deputados ucranianos e prevê que o Exército assumirá a partir de agora a direção das operações na zona de conflito, ao invés dos serviços de segurança.

Com a adoção desta lei, o presidente ucraniano, Petro Poroshenko, "se dota de poderes ilimitados próximos aos de um ditador para reprimir qualquer contestação", considerou o Ministério russo das Relações Exteriores em comunicado.

Isso pode ter "consequências imprevisíveis para a paz e a segurança no mundo".

"Kiev enterra assim os Acordos de Minsk e todos os mecanismos disponíveis para buscar soluções mutuamente aceitáveis para resolver a crise ucraniana", acusa a diplomacia russa.

O conflito, que explodiu na sequência da destituição do presidente pró-russo Viktor Ianukovich após um movimento de protesto pró-europeu em Kiev e a anexação por parte da Rússia da península ucraniana da Crimeia, causou mais de 10 mil mortos desde abril de 2014.

Os acordos de paz assinados em Minsk em 2015 com a mediação de Rússia, França e Alemanha permitiram uma queda da intensidade dos combates, mas sem conseguir avançar para uma resolução política do conflito.

Apesar das múltiplas tréguas, os choques militares são frequentes na zona, e ambas as partes trocam acusações sobre de quem é a responsabilidade.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos