Sistema japonês poderia acelerar alertas meteorológicos

Tóquio, 18 Jan 2018 (AFP) - Um novo sistema que associa um satélite e um supercomputador japonês poderia melhorar consideravelmente as previsões meteorológicas e permitir salvar vidas alertando a população antes das catástrofes naturais, segundo uma equipe de pesquisadores japoneses.

O programa de um supercomputador do instituto científico Riken analisou dados recolhidos pelo satélite meteorológico geoestacionário Himawari-8, em serviço desde 2015.

"Pela primeira vez no mundo, este estudo assimilou com sucesso os dados infravermelhos procedentes do Himawari-8, recolhidos em todo tipo de condições meteorológicas e atualizados a cada dez minutos", explicou à imprensa Takemasa Miyoshi, chefe de equipe de Riken.

Miyoshi detalhou que este satélite fornece "dados que não estavam disponíveis antes".

"Isto melhorou consideravelmente o acompanhamento da evolução rápida de um tufão, assim como as previsões de chuvas torrenciais localizadas, e foi eficaz na previsão das inundações", acrescentou.

Para testar o sistema, a equipe de Riken analisou um tufão que atingiu o Pacífico no final de julho e começo de agosto de 2015, assim como as chuvas que provocaram a morte de 20 pessoas no Japão em setembro desse ano.

A equipe constatou que o novo sistema prevê com mais precisão a evolução do tufão e da quantidade de chuva. Os resultados foram publicados pelo Monthly Weather Review e pelo Journal of Geophysical Research: Atmospheres.

hih-uh/anb/ia/erl/eg/db

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos