Ex-diretor do FBI é nomeado professor de ética

Washington, 19 Jan 2018 (AFP) - O ex-chefe do FBI James Comey, demitido de maneira abrupta no ano passado pelo presidente Donald Trump, dará aulas de ética na universidade americana William & Mary, anunciou nesta sexta-feira (19) a instituição.

Comey "entende no mais profundo de seu ser que nossos dirigentes devem estar constantemente comprometidos a favor de um comportamento ético e um sentido de abnegação se quisermos estar bem governados", disse Taylor Reveley, presidente dessa universidade de Virgínia, onde o ex-diretor do FBI obteve diploma em 1982.

"Nossos estudantes se beneficiarão amplamente de sua experiência e sabedoria", acrescentou.

Apaixonado pelos ensinamentos do teólogo americano do século XX Reinhold Niebuhr, Comey deve começar seus cursos em setembro.

Em 9 de maio de 2017, Trump provocou um verdadeiro terremoto político ao despedir Comey, alegando que a Casa Branca estava insatisfeita com a forma como conduziu uma investigação sobre os e-mails de Hillary Clinton quando era secretária de Estado.

Entretanto, Comey era responsável por uma das várias investigações que são levadas adiante sobre as alegadas tentativas da Rússia de influenciar nas eleições presidenciais do ano passado, e sobre a possibilidade de que a campanha de Trump ter sido parte desse esforço.

A Casa Branca negou categoricamente que Trump tenha tomado a decisão de despedir Comey tenha relação com essa investigação sobre a Rússia, e indicou que na realidade o presidente tinha perdido a confiança no chefe da polícia federal.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos