ONG Save The Children ainda sob ataque no Afeganistão

Cabul, 24 Jan 2018 (AFP) - A ONG britânica Save the Children afirmou nesta quarta-feira que o ataque contra um de seus escritórios em Jalalabad (leste) continua em andamento e que suspenderá suas operações no Afeganistão.

Até o momento, duas pessoas morreram no ataque.

"A Save the Children pode confirmar que o incidente de segurança que afetou nosso escritório em Jalalabad continua em curso", afirmou um porta-voz em um comunicado, contradizendo um dirigente local que anunciou o fim da ofensiva.

O grupo Estado Islâmico (EI) reivindicou o ataque contra a ONG, que deixou dois mortos.

O órgão de propaganda do EI, Amaq, em um comunicado afirma que "três mártires participaram no ataque contra as fundações britânica e sueca, e as instituições governamentais afegãs", em alusão ao "Swedish Comittee" para assuntos humanitários e um escritório do ministério afegão para as mulheres, localizados nas proximidades.

Nos últimos meses, houve várias ameaças de atentados em Jalalabad, mas não especificamente contra estrangeiros, comentaram fontes ocidentais na cidade.

Capital de Nangarhar, na fronteira com o Paquistão, Jalalabad abriga uma grande quantidade de talibãs e de membros do grupo extremista E), que converteram vários distritos dessa província em suas bases no Afeganistão.

Ocorrido em 31 de dezembro e cometido com uma moto-bomba em um funeral, o último atentado em Jalalabad deixou 18 mortos.

A ONG Save the Children, que ajuda menores que trabalham nas ruas, está presente no Afeganistão desde 1976.

ach-cr/sg/sgf.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos