Tribunal aumenta pena de Lula a 12 anos de prisão

Porto Alegre, 24 Jan 2018 (AFP) - Os três juízes de um tribunal de apelação confirmaram nesta quarta-feira (24) por unanimidade a condenação por corrupção do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e aumentaram a pena inicial para 12 anos e um mês de reclusão, complicando suas aspirações presidenciais.

Lula, que ainda dispõe de recursos para evitar a prisão, foi considerado culpado de ter se beneficiado de um apartamento tríplex, oferecido pela empreiteira OAS em troca de sua mediação para obter contratos na Petrobras. A pena inicial era de nove anos e meio de prisão.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos