Denúncias de agressão sexual disparam na França após caso Weinstein

Paris, 25 Jan 2018 (AFP) - As denúncias por estupro e agressão sexual aumentaram em quase um terço na França depois do caso Harvey Weinstein, informou o ministério do Interior do país.

O número de denúncias por agressão sexual recebidas pela polícia no último quadrimestre de 2017 aumentou 31,5% na comparação com o mesmo período do ano anterior.

Para o ministério do Interior, o aumento pode ter acontecido depois que várias vítimas decidiram denunciar casos antigos em um momento de mais espaço para revelações após o caso Weinstein.

Em 2017, o número de denúncias por estupro e agressão sexual subiu 12% e 10%, respectivamente, segundo o ministério.

O caso do produtor de Hollywood Harvey Weinstein - que teria assediado ou agredido sexualmente durante décadas várias atrizes - desencadeou uma avalanche de relatos de assédio sexual na França e no mundo com campanhas nas redes sociais.

meb/.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos