Polícia canadense conclui que casal fundador da Apotex foi assassinado

Toronto, Canadá, 26 Jan 2018 (AFP) - O magnata canadense Barry Sherman, fundador do grupo farmacêutico Apotex, e sua mulher Honey foram assassinados, mas seis semanas depois do início da investigação a polícia admitiu nesta que ainda não tem provas suficientes para determinar a identidade de seus assassinos.

"Temos provas suficientes para determinar que se trata de uma investigação por duplo homicídio e que Barry e Honey Sherman eram de fato o alvo" deliberado, disse a inspetora Susan Gomes durante uma entrevista coletiva.

A responsável, no entanto, não mencionou se há um ou vários suspeitos. Os corpos do casal foram encontrados no dia 15 de dezembro em sua casa em Toronto.

Gomes confirmou que o casal foi estrangulado.

Barry, de 75 anos, e Honey Sherman, de 70, "foram encontrados mortos no subsolo onde fica a piscina, pendurado com um cinto para uma grade de proteção e em posição semi-sentada. Eles estavam usando suas roupas", declarou.

Os primeiros elementos da investigação, segundo indicou, permitiam afirmar que os Sherman "foram vistos vivos pela última vez na quarta-feira pela noite", ou seja, dois dias antes de descobrirem seus corpos.

Não se encontraram provas de roubo na luxuosa moradia do casal em Toronto.

A polícia reuniu 127 declarações de testemunhas, buscou provas no bairro em que o casal vivia e coletou cerca de 2.000 horas de vídeos de câmeras de vigilância de casas e estabelecimentos comerciais da área.

Com a investigação, a polícia acabou dando razão à família dos Sherman, que desde o primeiro momento afirmou que se tratou de um assassinato.

Os filhos do casal contrataram uma equipe de detetives privados dirigidos por um advogado de alta reputação de Toronto, Brian Greenspan, e pediu uma segunda autópsia dos corpos, que revelou marcas nos punhos de ambos causadas por cordas ou fios de plástico.

Em 1974, Barry Sherman criou a Apotex, empresa especializada na fabricação de medicamentos genéricos e com mais de 11.000 funcionários no mundo. Ele era presidente do conselho administrativo da companhia.

A fortuna dos Sherman foi estimada em 3,8 bilhões de dólares.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos