National Gallery de Washington adia mostra de Chuck Close

Washington, 29 Jan 2018 (AFP) - A National Gallery de Washington adiou por tempo indeterminado uma exposição de obras de Chuck Close após as acusações de conduta sexual imprópria contra o artista.

Após as acusações contra Close e o fotógrafo Thomas Roma, "todas as partes envolvidas concordaram que não é o momento apropriado para apresentar as instalações", afirmou a porta-voz do museu, Anabeth Guthrie.

No fim do ano passado, várias mulheres afirmaram à imprensa americana que Close, deficiente físico e que se desloca em uma cadeira de rodas por um problema na coluna vertebral, pediu que elas ficassem nuas, fez avanços não desejados e comentários explícitos quando o visitaram em seu estúdio.

Close negou as acusações, feitas em um momento de denúncias de conduta sexual inapropriada que afetam vários setores do país.

Roma renunciou ao cargo de professor na Universidade de Columbia no início do mês, depois que várias de suas ex-estudantes descreveram supostos avanços sexuais de sua parte, a maioria na década de 90.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos