Diretores de sindicato médico detidos após críticas à operação turca na Síria

Ancara, 30 Jan 2018 (AFP) - Oito diretores da União de Médicos da Turquia (TTB) foram detidos pelas críticas que o sindicado fez contra a ofensiva militar turca contra os curdos no norte da Síria, informou a agência estatal Anadolu.

Os oito detidos integram o conselho central da TTB, a diretoria do sindicato.

As autoridades emitiram ordens de detenção contra outros três diretores da organização, de acordo com a Anadolu.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos