Jerusalém: ministros israelenses e palestinos se reúnem pela 1a. vez

Jerusalém, 30 Jan 2018 (AFP) - Os ministros israelenses e palestinos se reuniram nesta terça-feira pela primeira vez desde que o presidente americano Donald Trump, reconheceu Jerusalém como capital de Israel, provocando indignação entre os palestinos.

Apesar de os ministros concordarem em avançar com projetos comuns de infraestrutura, em Ramallah, Saeb Erekat, secretário-geral da Organização de Libertação da Palestina e negociador chefe dos palestinos disse, em uma entrevista à AFP, que não haverá conversações com o governo americano até que Washington não reverta seu reconhecimento de Jerusalém.

Em Jerusalém, um comunicado oficial informou sobre a reuniào entre o ministro palestino da Economia, Abir Odeh, e o ministro israelense das Finanças, Moshe Kahlon, na inauguração de um novo aparelho escaner de controle no cruzamento fronteiriço da ponte Allenby, controlada por Israel, entre a Jordânia e a Cisjordania ocupada.

Durante este encontro, o primeiro deste nível depois de que, em 6 de dezembro, Trump reconheceu Jerusalém como capital israelense, foi inaugurado um dispositivo de fronteira que permitirá o cruzamento de 200 contêineres diários entre Jordânia e o território palestino invés dos atuais cem.

O ministro israelense indicou que se reunirá no domingo com o primeiro-ministro palestino Rami Hamdallah em Jerusalém, dentro de seus esforços para que avancem os projetos comuns.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos