Manifestantes jogam frutas em delegação americana em Belém

Ramallah, Territórios palestinos, 30 Jan 2018 (AFP) - Uma delegação de diplomatas dos Estados Unidos teve que fugir da cidade palestina de Belém quando um grupo de manifestantes interrompeu a reunião em que participavam e jogaram frutas em seus carros, relatou uma testemunha.

Os manifestantes, que protestam contra a recente decisão do presidente americano Donald Trump de reconhecer Jerusalém como a capital de Israel, lançaram frutas, aparentemente tomates, nos veículos da delegação, de acordo com um vídeo do incidente postado na internet.

Samir Hazbun, chefe da Câmara de Comércio de Belém, na Cisjordânia ocupada, informou que a delegação do consulado americano em Jerusalém participava com um especialista e empresários locais em uma sessão de treinamento sobre comércio digital.

"Chegou um certo número de manifestantes enfurecidos, o que nos obrigou a encerrar a reunião e forçou o especialista a sair imediatamente com a delegação do consulado", disse ele à AFP.

No vídeo, um grupo de manifestantes aparece entrando no local gritando e com uma bandeira com a inscrição: "Sionismo = Nazismo = Fascismo".

A delegação americana recolheu suas coisas e deixou o lugar, enquanto os manifestantes lançaram frutas e chutaram seus veículos.

"Os Estados Unidos se opõem ao recurso à violência e à intimidação quando opiniões políticas são expressas", declarou um porta-voz do Departamento de Estado.

O programa, que foi interrompido nesta terça-feira, era "apolítico" e faz parte do "compromisso a longo prazo dos Estados Unidos de criar oportunidades econômicas para os palestinos", acrescentou.

na-jod/lal/mer/me/erl/mr

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos