Rajoy adverte para consequências judiciais em caso de posse de Puigdemont na Catalunha

Madri, 30 Jan 2018 (AFP) - O primeiro-ministro espanhol Mariano Rajoy advertiu nesta terça-feira o presidente do Parlamento catalão, Roger Torrent, sobre as possíveis consequências judiciais caso permita uma posse não presencial do líder independentista Carles Puigdemont, algo proibido pelo Tribunal Constitucional.

Em uma entrevista ao canal público TVE poucas horas antes da sessão parlamentar, Rajoy recordou que o Tribunal Constitucional proíbe uma posse a distância de Puigdemont, que está na Bélgica desde outubro.

Ele disse que se Torrent permitir tal situação "incorreria em responsabilidades por não cumprir uma resolução dos tribunais".

mbx-mck/dbh.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos