PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Mais de 400 civis mortos em cinco dias de bombardeio em Ghuta Oriental

22/02/2018 13h57

Beirute, 22 Fev 2018 (AFP) - Mais de 400 civis foram mortos em cinco dias de ataques aéreos e tiros de artilharia realizados pelo regime sírio e seu aliado russo em Ghuta Oriental, enclave rebelde a leste de Damasco, anunciou nesta quinta-feira uma ONG.

"Cinco dias de ataques aéreos e tiros de artilharia intensos mataram 403 civis, incluindo 95 crianças", informou o Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH).

Ao menos 46 civis foram mortos apenas nesta quinta-feira, segundo o diretor do OSDH, Rami Abdel Rahmane.

O regime conduz desde domingo uma campanha de devastadores bombardeios nesta zona que ele assedia desde 2013 e que é o último reduto rebelde nas proximidades da capital síria.

Segundo o jornal próximo ao regime de Bashar al-Assad, esta nova campanha de bombardeios em Ghuta Oriental é o prelúdio de uma ofensiva terrestre das forças pró-governamentais.

O número de vítimas aumentou consideravelmente nesta quinta em razão dos novos ataques e da descoberta de muitos corpos sob os escombros, segundo Rahmane.

Internacional