Líder curdo-sírio detido em Praga a pedido da Turquia

Beirute, 25 Fev 2018 (AFP) - Saleh Muslim,, um importante líder curdo da Síria, foi detido em Praga a pedido da Turquia, que luta contra os curdos em território sírio, anunciou neste domingo a coalizão de partidos que ele integra.

Muslim, que já foi copresidente do Partido de União Democrática (PYD), "foi detido no sábado à noite na capital tcheca", afirma um comunicado da coalizão TEV-DEM, que reúne os partidos políticos curdos sírios, incluindo o PYD.

A agência estatal turca Anadolu informou que Muslim foi detido com base em um alerta vermelho da Interpol emitido pelas autoridades turcas. Ele deve se apresentar a um tribunal tcheco e as autoridades turcas pretendem solicitar a extradição.

Muslim é um dos principais líderes curdos acusados pela Turquia de vínculos com um ataque com bomba em Ancara em fevereiro de 2016, que deixou 29 mortos.

Se for considerado culpado, ele pode ser condenado à prisão perpétua. Muslim nega qualquer tipo de participação no ataque.

Ancara considera que o PYD e seu braço armado, as Unidades de Proteção Popular, são responsáveis pelo ataque, que teve como alvos diversos veículos militares.

tgg/bpe/pc-jvb-sgf/pb

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Receba por e-mail as principais notícias sem pagar nada.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos