PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Ivanka Trump defende pai sobre acusação de mulheres

Eric Gaillard/Pool Photo
Imagem: Eric Gaillard/Pool Photo

Washington

26/02/2018 16h10

Uma conselheira do presidente dos Estados Unidos pode se ofender se for questionada sobre o chefe de Estado por ser também sua filha? Ivanka Trump estima que sim.

A filha mais velha de Donald Trump considerou "descabida" a pergunta de um jornalista da NBC sobre o que pensava a respeito das acusações de muitas mulheres contra seu pai.

Mais de uma dúzia de mulheres acusaram publicamente o presidente de ter tido comportamentos sexuais inapropriados antes ou depois de concorrer à presidência. Trump denunciou em várias ocasiões "história inventadas".

"Você acredita nas mulheres que acusam seu pai?", perguntou o jornalista da NBC a Ivanka durante uma entrevista exibida nesta segunda-feira.

"Considero realmente descabido perguntar a uma filha se ela acredita nas mulheres que acusam seu pai quando ele disse claramente que essas acusações são falsas", respondeu.

"Não acredito que faria esta mesma pergunta a muitas outras filhas", acrescentou. "Acredito em meu pai, conheço meu pai. Sou sua filha, acredito que tenho o direito de acreditar em meu pai", concluiu.

Internacional