Walmart dos EUA só venderá armas para maiores de 21 anos

Washington, 1 Mar 2018 (AFP) - A rede de lojas de departamento Walmart anunciou nesta quarta-feira que elevou a idade para a venda de armas em suas unidades para 21 anos, após o ataque que matou 17 pessoas em um colégio de Parkland, na Flórida.

"Levando em conta os recentes acontecimentos, revisamos nossa política sobre armas de fogo. Em consequência, aumentamos a idade para se comprar armas de fogo e munição para 21 anos", declarou a Walmart em um comunicado.

Desde 2015, a Walmart já não vende fuzis de assalto semiautomáticos ou armas curtas, exceto no Alasca. Seu objetivo sempre foi atender "os esportistas e caçadores".

Após o ataque ao colégio Marjory Stoneman Douglas, no dia 14 de fevereiro, grande parte da opinião pública do país ficou chocada com o fato de o atirador, de apenas 19 anos, ter podido comprar um fuzil AR-15, quando a idade legal para se consumir álcool nos Estados Unidos é de 21 anos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Receba por e-mail as principais notícias sem pagar nada.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos