Trump denuncia que comércio 'dizima' setores de aço e alumínio

Washington, 1 Mar 2018 (AFP) - O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, voltou a criticar o comércio internacional nesta quinta-feira que, segundo ele, dizima as indústrias do alumínio e do aço em seu país.

"Nossas indústrias de aço e alumínio (e muitas outras) foram dizimas durante décadas por um comércio injusto e políticas ruins com países de todo o mundo", tuitou o americano nesta quinta.

Trump anunciou que vai se pronunciar sobre eventuais sanções a importadores estrangeiros na semana que vem.

"Já não devemos permitir que tirem vantagem de nosso país, nossos negócios e nossos trabalhadores", acrescentou o presidente, e solicitou um "comércio livre, justo e inteligente".

O tuíte foi publicado enquanto Liu He, assessor econômico do presidente chinês Xi Jinping, visita Washington. Ele deve se reunir com funcionários da Casa Branca.

Em meados de fevereiro, o governo Trump anunciou três modelos para taxar as importações de alumínio e aço, destacando a necessidade de preservar a segurança nacional e o emprego nos Estados Unidos.

jc-Dt/jld/vog/gv/rsr/ll

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos