OMC está preocupada com projeto de tarifação de Trump, diz Roberto Azevêdo

Genebra, 2 Mar 2018 (AFP) - A Organização Mundial do Comércio (OMC) está "claramente preocupada" com o projeto do presidente americano de taxar as importações de aço e alumínio, indicou nesta sexta-feira o diretor-geral do organismo, o brasileiro Roberto Azevêdo.

"A OMC está claramente preocupada com o anúncio dos planos americanos acerca dos direitos aduaneiros sobre o aço e o alumínio", afirmou Azevêdo, em uma rara declaração por escrito.

"Uma guerra comercial não seria interessante para ninguém", avalia.

Para o diretor-geral da OMC, "o risco de escalada é real, como mostram as primeiras respostas dos demais" países.

"A OMC acompanhará de perto", conclui.

Donald Trump afirmou nesta quinta-feira que na próxima semana anunciará a imposição de tarifas de 25% sobre o aço e de 10% sobre o alumínio importados pelos Estados Unidos.

Em reação, a Comissão europeia elaborou uma lista de produtos americanos que poderiam receber tarifações pesadas a fim de enviar "uma mensagem política" caso o presidente americano confirme seu projeto", afirmou nesta sexta-feita uma fonte europeia.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos