PUBLICIDADE
Topo

Internacional

EUA rejeitam expulsão injustificada de diplomatas pela Rússia

29/03/2018 16h41

Washington, 29 Mar 2018 (AFP) - A decisão do governo russo de expulsar 60 diplomatas americanos é injustificada e, por isso, Washington se reserva o direito de responder, afirmou nesta quinta-feira o porta-voz do departamento de Estado, Heather Nauert.

"Não há qualquer justificativa para a reação russa", afirmou Nauert em relação à decisão de Moscou de determinar a saída do país de 60 diplomatas americanos e o fechamento do consulado em São Petersburgo.

Antes, a Rússia anunciou medidas idênticas às adotadas por Washington contra Moscou pelo caso do ex-espião russo envenenado em solo inglês, segundo declarou o chefe da diplomacia russa, Serguei Lavrov.

As medidas adotadas por Moscou "incluem a expulsão do mesmo número de diplomatas e a retirada da acreditação do consulado geral dos Estados Unidos em São Petersburgo", no noroeste da Rússia, informou Lavrov em coletiva de imprensa.

Um grupo de países ocidentais anunciou a expulsão de mais de 140 diplomatas russos.

"Enquanto os outros países tomarem medidas simétricas (...) isso é tudo pelo momento", indicou Lavrov.

Ele acrescentou que a Rússia está reagindo a "medidas absolutamente inaceitáveis, tomadas sob grande pressão dos Estados Unidos e Grã-Bretanha sob o pretexto do denominado caso Skripal".

Internacional