PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Trump declara abril 'mês da sensibilização sobre agressões sexuais'

30/03/2018 23h01

Washington, 31 Mar 2018 (AFP) - Acusado repetidas vezes de comportamento sexual inadequado, o presidente americano, Donald Trump, nomeou abril, nesta sexta-feira (30), como o "mês de sensibilização sobre as agressões sexuais", em pleno debate nacional sobre o tema.

"Os crimes de agressão sexual continuam sendo, infelizmente, comuns em nossa sociedade, e aqueles que os cometem com frequência fogem de suas responsabilidades", diz um anúncio de Trump divulgado pela Casa Branca.

"Esses crimes atrozes são cometidos indiscriminadamente: em relações íntimas, em espaços públicos e no local de trabalho", continua a nota.

"Muitas vezes, porém, as vítimas da agressão permanecem em silêncio. Por temor das represálias do abusador, falta de fé no sistema judicial, ou dificuldades na hora de enfrentar a dor associado à traumática experiência", acrescenta.

Pelo menos 20 mulheres acusaram Trump publicamente de conduta sexual inapropriada, ou assédio, antes de ser presidente, mas a Casa Branca alega que as acusadoras mentem.

No mês passado, em um tuíte, Trump classificou uma acusação de que teria beijado uma recepcionista sem o consentimento dela de "mais uma acusação falsa".

Internacional