Ao menos 20 mortos em confrontos na Caxemira

Srinagar, Índia, 1 Abr 2018 (AFP) - Ao menos 20 pessoas morreram na parte indiana da Caxemira, nos combates mais graves registrados em 2018 nesta região disputada por Índia e Paquistão.

Três soldados indianos, 11 supostos combatentes e dois civis morreram em vários confrontos aio sul Srinagar, a principal cidade da região dividida entre os dois países.

Além dessa cidade, quatro pessoas morreram e dezenas ficaram feridas quando a polícia tentou dissolver uma enorme manifestação convocada por grupos rebeldes.

A Índia acusa o Paquistão de armar e treinar os rebeldes do grupo Lashkar-e-Taiba (LeT) e de outros grupos armados da Caxemira, o que é negado pelo governo paquistanês.

A colina himalaia da Caxemira está dividida de fato entre Índia e Paquistão. Desde a partilha de 1947, os dois países lutam pelo controle da região, um conflito que resultou na criação de um movimento separatista na parte indiana.

Em 2017, pelo menos 206 supostos rebeldes, 78 membros das forças de segurança indianas e 57 civis morreram na Caxemira, o ano mais violento a região na última década.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos