Candidato opositor venezuelano denuncia agressão de chavistas

Caracas, 3 Abr 2018 (AFP) - O candidato opositor à presidência da Venezuela Henri Falcón denunciou a agressão a um deputado de seu partido por militantes chavistas durante uma caminhada política realizada nesta segunda-feira, em Caracas.

"Fomos atacados por um grupo de 25 a 30 indivíduos (...). Lamentavelmente, um dos nossos deputados, Teodoro Campos, sofreu um traumatismo craniano severo" e está hospitalizado, disse Falcón em entrevista coletiva.

Em vídeo divulgado pela imprensa local, é possível ver quando Campos dá entrada em um centro médico, carregado por dois homens.

A agressão ocorreu durante a caminhada de Falcón por Catia, um bairro popular do oeste de Caracas.

O político atribuiu a agressão a grupos ligados ao governo do presidente Nicolás Maduro, que portavam "armas de fogo e armas brancas".

Durante o ataque, várias pessoas da comitiva de Falcón tiveram seus telefones celulares, câmeras fotográficas e outros objetos furtados.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos