DACA não está 'morto', apesar das afirmações de Trump

Los Angeles, 3 Abr 2018 (AFP) - O presidente Donald Trump disse que o DACA estava "morto", mas apenas em 2018 seu governo aprovou mais de 55 mil pedidos para renovar ou receber pela primeira vez esta permissão que protege da deportação imigrantes ilegais que chegaram aos Estados Unidos ainda na infância.

O programa, criado pelo ex-presidente Barack Obama em 2012, foi eliminado em setembro do ano passado por Trump, mas segue vigente por ordem judicial.

Números divulgados nesta terça-feira pelo Serviço de Cidadania e Imigração dos Estados Unidos (USCIS, em inglês) revelam que entre janeiro e março 9.709 pessoas receberam o status DACA pela primeira vez, e 45.416 o renovaram.

Quase 35 mil pedidos de renovação foram rejeitados, do mesmo modo que 16.252 aplicações pela primeira vez.

O governo anunciou em setembro passado que eliminaria a Ação Diferida para Chegadas na Infância (DACA), que hoje beneficia 693.850 pessoas, 80% procedentes do México.

Seu fim definitivo estava fixado para o dia 5 de março, mas decisões de juízes da Califórnia e Nova York suspenderam temporariamente a medida do governo federal, que recorre a tribunais de segunda instância.

A Suprema Corte nega a se pronunciar sobre o assunto diretamente.

- "Seguiremos lutando" -"Seguiremos lutando", escreveu no Twitter o procurador-geral da Califórnia, Xavier Becerra. "Graças a uma ordem judicial protegemos o DACA na Califórnia e o governo Trump renovou o status para milhares de 'dreamers'".

"Graças à coragem e ao trabalho duro dos que levaram o presidente Trump à justiça por esta eliminação ilegal do DACA, dezenas de milhares de 'dreamers' renovaram seu status", escreveu o National Immigration Law Center. "MAS não se enganem: a luta para proteger todos os 'dreamers' está longe de terminar".

"Nem todos os 'dreamers' estão protegidos por estas decisões judiciais e necessitamos desesperadamente de uma solução permanente para o desastre de Trump com o DACA".

Na segunda-feira, Trump escreveu no Twitter que a Ação Diferida para Chegadas na Infância estava "morta porque os democratas não se importam e não agem". "Agora todo mundo quer subir no carro do DACA. Já não funciona, se deve construir o muro e proteger nossas fronteiras".

Os democratas tentavam uma solução permanente para os "dreamers" em troca de seu voto para aprovar o orçamento federal, no qual os fundos para o muro foram bloqueados.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos