Topo

Jean-Marie Le Pen se une a movimento europeu neofascista

05/04/2018 11h02

Paris, 5 Abr 2018 (AFP) - O cofundador do partido de extrema-direita francês Frente Nacional, Jean-Marie Le Pen, excluído da formação por sua filha, confirmou nesta quinta-feira à AFP que se uniu ao movimento europeu neofascista Aliança pela Paz e Liberdade.

"Damos as boas-vindas a Jean-Marie Le Pen em um momento de grandes mudanças na Europa", escreveu a Aliança em seu site, classificando Le Pen como "uma referência".

"No momento em que velhas políticas marxistas e liberais desaparecem no Oriente e estão sendo questionadas no Ocidente, a ideia de uma Europa de tradições, soberania e identidade está surgindo claramente", afirma ainda o movimento europeu de extrema-direita.

O presidente da FN entre 1972 e 2011 e também eurodeputado confirmou à AFP sua adesão, mas não quis comentar sua decisão.

A Aliança Pela Paz e a Liberdade contra entre suas fileiras com o partido neonazista alemão NPD, o pequeno partido neofascista italiano Força Nova e o Partido Operário da Justiça Social (DSSS), da República Tcheca.

Le Pen foi expulso de seu próprio partido por sua filha Marine por causa de suas declarações polêmica sobre as câmara de gás nazistas. Também perdeu a presidência de honra da FN, rebatizado como Reagrupação Nacional em março passado.

Le Pen, de 89 anos, disse que não disputará a reeleição nas próximas europeias do ano que vem.

are-meb/pc/cn