Morte de homem negro pela polícia causa tensão em Nova York

Nova York, 5 Abr 2018 (AFP) - A polícia de Nova York matou nesta quarta-feira um homem negro que carregava um cano confundido com uma arma, em um incidente que causa tensão no Brooklyn, em meio à polêmica nacional sobre violência policial.

O fato ocorreu por volta das 17H00 local (18H00 Brasília), em Crown Heights, uma zona majoritariamente negra do Brooklyn.

O oficial da polícia Terence Monahan declarou em entrevista coletiva que os agentes verificavam "três telefonemas diferentes" sobre a presença de "um homem apontando uma arma para pessoas nas ruas".

Segundo Monahan, as câmeras de segurança "corroboraram" esta descrição.

Com a chegada dos policiais, "o suspeito assumiu um postura de tiro com as duas mãos sobre o objeto e apontando para os policiais".

Quatro policiais atiraram contra o suspeito, que recebeu dez tiros e morreu. Em seguida, os agentes verificaram que o homem carregava um "tubo com uma espécie de gatilho", revelou Monahan.

O homem foi identificado como Saheed Vassell, 34 anos, segundo o jornal Daily News.

Pouco depois do tiroteio, dezenas de pessoas se reuniram no local do incidente para enfrentar os policiais enviados.

Segundo a imprensa local, o homem sofria de problemas mentais mas não era violento.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos