Ex-presidente Fujimori revela que está com tumor no pulmão

Lima, 6 Abr 2018 (AFP) - O ex-presidente peruano Alberto Fujimori, que foi indultado em dezembro, revelou nesta sexta-feira (6) que os médicos detectaram um tumor em seu pulmão, em declarações a um canal de televisão local.

"Detectaram um pequeno tumor em um dos pulmões, por esse motivo vim ao INEN" (Instituto de Doenças Neoplásicas), disse Fujimori ao canal de notícias N quando saía do hospital oncológico.

"Felizmente os marcadores tumorais estão normais", acrescentou o patriarca do clã Fujimori, de 79 anos, ao ressaltar que o tamanho do tumor não representava maior perigo.

Apesar disso, Fujimori indicou que a cada quatro meses deverá visitar o hospital para ver a evolução do tumor.

Ao longo do ano, o ex-governante se tornou um assíduo visitante de hospitais desde que, em dezembro, o então presidente Pedro Pablo Kuczynski o indultou alegando razões de saúde, em uma decisão que dividiu o Peru.

Além dos problemas cardíacos e da hipertensão, Fujimori sofre de uma lesão cancerígena na língua pela qual já foi operado mais de uma vez.

Fujimori, que governou o Peru de 1990 a 2000 com mão de ferro contra as guerrilhas, passou os últimos 12 anos preso como parte de uma condenação de 25 anos por violação aos direitos humanos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Receba por e-mail as principais notícias sem pagar nada.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos