Militantes impedem Lula de se entregar à polícia

São Bernardo do Campo, Brasil, 7 Abr 2018 (AFP) - Dezenas de militantes bloquearam, neste sábado, a saída do veículo em que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva pretendia deixar o Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo do Campo, após anunciar que se entregaria à polícia para cumprir sua pena de 12 anos de prisão.

Após vários minutos de bloqueio, Lula saiu do veículo de seus advogados, rodeado por manifestantes que gritavam "Não se renda!", e voltou à sede sindical, onde está desde quinta-feira, constatou a AFP.

Lula e seus acompanhantes tinham chegado ao estacionamento por uma porta traseira, e pretendiam deixar o local discretamente por uma porta lateral, mas seus apoiadores rapidamente rodearam o carro.

Neste momento, todo o estacionamento está cercado pelos militantes, muitos deles vestidos com camisetas vermelhas do Partido dos Trabalhadores (PT).

Não se sabe, até o momento, se Lula pretende se entregar à Polícia Federal de São Paulo ou ir até o aeroporto de Congonhas para ser trasladado a Curitiba, onde começará a cumprir sua pena de prisão por corrupção e lavagem de dinheiro.

sms-js/db

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos