Erdogan expressa a Putin preocupação com ataques em Ghuta

Ancara, 9 Abr 2018 (AFP) - O presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, expressou nesta segunda-feira ao Vladimir Putin a sua "preocupação" com os ataques na região síria de Ghuta Oriental, em uma conversa telefônica após um suposto ataque químico imputado ao regime, de acordo com a presidência turca.

"O presidente Erdogan expressou sua preocupação com os ataques contra a Duma e Ghuta Oriental", disse uma fonte da presidência turca. No sábado, um suposto ataque químico em Duma, última fortaleza rebelde de Ghuta, deixou 48 mortos.

O presidente turco também insistiu na importância de a Turquia e a Rússia trabalharem "em conjunto para prevenir a morte de civis e permitir o acesso à ajuda humanitária", disse a fonte.

A Rússia, principal aliada do presidente sírio Bashar al-Assad, e a Turquia, que apoia os rebeldes, cooperam estreitamente na questão síria.

A conversa entre os dois líderes aconteceu após os relatados das equipes de resgate, que não puderam ser verificadas com fontes independentes, sobre um suposto ataque com "gases tóxicos" em Duma, que o regime tenta reconquistar.

Especialistas russos que investigaram em Duma não encontraram "vestígios" de substância química, segundo o ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergey Lavrov, nesta segunda-feira.

A Organização para a Proibição de Armas Químicas (OPAQ) anunciou que estava investigando.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos