Kim Jong Un admite pela primeira vez 'diálogo' com EUA

Seul, 10 Abr 2018 (AFP) - O líder norte-coreano, Kim Jong Un, admitiu publicamente, pela primeira vez, o "diálogo" com os Estados Unidos, informou nesta terça-feira a agência oficial de notícias KCNA.

Em reunião com funcionários do partido na segunda-feira, Kim apresentou um relatório "sobre o desenvolvimento dos últimos acontecimentos na península da Coreia" incluindo a cúpula com a Coreia do Sul prevista para este mês, revelou a agência de notícias norte-coreana.

Kim "realizou uma análise profunda e uma avaliação do desenvolvimento das relações entre o Norte e o Sul atualmente, e das perspectivas de um diálogo entre a RPDC e os Estados Unidos", informou a agência, utilizando o acrônimo oficial para designar a Coreia do Norte.

Nesta segunda-feira, o presidente americano, Donald Trump, afirmou que vai se encontrar com Kim Jong Un em maio ou no início de junho, após a informação de que Pyongyang está pronta para discutir a 'desnuclearização' durante o encontro.

Trump avaliou que "será uma relação muito diferente da que ocorreu durante muitos, muitos anos".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos