Pena de morte para 36 envolvidos em atentados contra igrejas no Egito

Cairo, 10 Abr 2018 (AFP) - Um tribunal militar egípcio condenou à morte nesta terça-feira 36 pessoas por seu envolvimento em atentados contra igrejas no Egito, anunciaram os advogados de defesa.

Uma série de ataques contra igrejas coptas no Cairo, em Alexandria e na cidade de Tanta, no delta do Nilo, deixaram ao menos 80 mortos entre 2016 e 2017. O grupo extremista Estado Islâmico (EI) reivindicou esses atentados.

Segundo os advogados, 48 pessoas compareceram ao tribunal militar por seu envolvimento nos ataques.

Os coptas, uma minoria cristã que representa 10% dos 96 milhões de egípcios, foram um dos principais objetivos do EI nos últimos meses.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos