Topo

Rússia critica EUA por não encarar de frente o ataque químico na Síria

10/04/2018 09h44

Moscou, 10 Abr 2018 (AFP) - A Rússia acusou nesta nesta terça-feira os Estados Unidos e seus aliados de não encararem de frente a realidade do suposto ataque químico contra o reduto rebelde na Síria, atribuído ao regime de Bashar al Assad.

"Estamos vendo a posição não construtiva adotada por alguns países, entre eles Estados Unidos. Eles se negam a encarar a realidade de frente", declarou o porta-voz do Kremlin, Dmitri Peskov.

Ele acrescentou que "ninguém fala da necessidade de realizar uma investigação imparcial".

O presidente americano Donald Trump ameaçou com a possibilidade de uma intervenção militar contra o regime sírio depois desse ataque.

Socorristas e médicos atuando na cidade rebelde de Duma, em Ghuta Oriental, afirmaram que mais de 40 pessoas morreram pelo suposto ataque com gás venenoso.