Guterres pede a Conselho de Segurança que evite situação 'fora de controle' na Síria

Nações Unidas, Estados Unidos, 12 Abr 2018 (AFP) - O secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, solicitou nesta quarta-feira aos cinco membros permanentes do Conselho de Segurança que "evitem uma situação fora de controle" na Síria, no momento em que os países ocidentais ameaçam com uma ação militar contra o território sírio.

"Telefonei para os embaixadores dos cinco membros permanentes do Conselho de Segurança para reafirmar minha profunda preocupação sobre o risco do atual impasse e manifestei a necessidade de se evitar uma situação fora de controle".

Os membros permanentes do Conselho são Estados Unidos, Rússia, China, França e Reino Unido.

Guterres expressou sua "indignação" com as informações sobre um "continuado uso de armas químicas na Síria" e lamentou "que o Conselho tenha sido incapaz de alcançar um acordo sobre este tema".

Na terça-feira, um Conselho de Segurança profundamente dividido fracassou em adotar uma resolução para se criar ou apoiar uma investigação sobre a suposta utilização de armas químicas em um ataque no sábado passado, na localidade síria de Duma, que matou dezenas de pessoas.

Um projeto de resolução dos Estados Unidos e dois da Rússia foram rejeitados.

Nesta quarta-feira, Washington e Moscou elevaram o tom no enfrentamento sobre a Síria, com o presidente americano, Donald Trump, advertindo para um ataque iminente de mísseis contra o regime de Bashar al Assad.

"Não nos esqueçamos que, no final das contas, nossos esforços devem ser para acabar com o terrível sofrimento do povo sírio", destacou Guterres.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos