Assad adverte que ação ocidental desestabilizaria a região

Damasco, Síria, 12 Abr 2018 (AFP) - O presidente sírio Bashar al-Assad fez uma advertência nesta quinta-feira contra qualquer ação dos países ocidentais na Síria, que "desestabilizará ainda mais" a região, anunciou o governo de Damasco, no momento em que várias nações, especialmente os Estados Unidos, citam a ameaça de novos ataques.

"Qualquer ação contribuirá apenas para desestabilizar ainda mais a região", declarou Assad ao receber em Damasco Ali Akbar Velayati, conselheiro do guia supremo iraniano, informaram as contas das redes sociais da presidência síria.

Na reunião em Damasco, Assad e seu convidado afirmaram que "as ameaças de alguns países ocidentais referentes a uma agressão contra a Síria se baseiam em mentiras que eles mesmos criaram com seus agentes, os grupos terroristas, depois da libertação de Ghuta Oriental", informou a presidência.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos