Maioria dos venezuelanos se dispõe a votar para Presidente, diz pesquisa

Caracas, Venezuela, 13 Abr 2018 (AFP) - Mais da metade dos venezuelanos está disposta a votar nas eleições presidenciais de 20 de maio, nas quais o presidente Nicolás Maduro tentará se reeleger, segundo uma pesquisa publicada nesta quinta-feira (12).

"Cerca de 30,4% estão muito dispostos a votar, enquanto 27,1% se dizem dispostos a votar", anunciou o presidente da empresa Datanálisis, Luis Vicente León, ao apresentar os resultados da pesquisa.

Durante um fórum da consultora Ecoanalítica, León acrescentou que existe "um empate estatístico entre Maduro" e o candidato opositor Henri Falcón nestas eleições adiantadas, que tradicionalmente acontecem em dezembro.

Outra pesquisa, da empresa Delphos, revelou que entre os que estão "muito certos de votar com as atuais condições", Maduro é favorito com 42% de apoio, diante de 30% de Falcón.

Entretanto, se a oposição conseguir o que consideram "condições ideais para disputar" as eleições, 66% votariam em um candidato dessa tendência e 33% pelo do governo.

"Há uma desativação do voto opositor por considerar que existem condições eleitorais adversas e falhas em sua liderança", indicou Félix Seijas, presidente dessa empresa pesquisadora, no mesmo fórum.

"O governo está no seu pior momento de apoio popular. Entretanto, Maduro venceria a eleição", continuou Seijas, lembrando a denúncia da oposição sobre uma vantagem do presidente.

Segundo a Datanálisis, a popularidade de Maduro está entre 20% e 25%, enquanto o apoio à oposição caiu de 60% para 38% no último ano.

Acrescentou que 91,8% dos entrevistados consideram que o país está mal e 75% querem uma mudança de governo.

Os principais partidos opositores - agrupados na coalizão Mesa da Unidade Democrática (MUD) - decidiram boicotar as eleições alegando que não oferecem garantias e são uma "farsa para perpetuar Maduro no poder".

Falcón, um chavista dissidente de 56 anos, inscreveu sua candidatura na contramão da MUD.

O estudo da Datanálisis foi realizado entre 19 e 26 de março e 1.000 pessoas foram consultadas. Tem um nível de confiança de 95%.

Os dados da pesquisa feita pela Delphos correspondem às respostas de 1.200 pessoas a nível nacional. Têm uma margem de erro de três pontos percentuais.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Receba por e-mail as principais notícias sem pagar nada.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos