Topo

Rebeldes sírios entregam armas pesadas em Duma e seu líder abandona a cidade

12/04/2018 06h12

Beirute, Líbano, 12 Abr 2018 (AFP) - Os últimos rebeldes da cidade de Duma, reduto insurgente de Ghuta Oriental perto de Damasco, entregaram suas armas pesadas, ao mesmo tempo que seu líder deixou a região e seguiu para o norte do país, informou a ONG Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH).

"Os combatentes do grupo Yaish al-Islam entregaram suas armas pesadas à polícia militar russa em Duma na quarta-feira", afirmou o OSDH. Seu líder, Isam Buwaydani, deixou a cidade no mesmo dia e chegou a uma zona rebelde do norte do país.

"A maioria dos comandantes do Yaish al-Islam, inclusive seu líder Isam Buwaydani, deixou Duma. Eles chegaram na quarta-feira à noite ao norte da Síria", afirmou o OSDH.

A retirada aconteceu depois do acordo anunciado no fim de semana com o regime para a saída dos últimos rebeldes de Duma, poucas horas depois de um suposto ataque químico nesta cidade.

Em consequência do acordo, milhares de combatentes do Yaish al-Islam e civis foram levados para regiões da província de Aleppo controladas pela oposição.

Não foi informado se novos deslocamentos acontecerão nesta quinta-feira.

A polícia militar russa começou a patrulhar nesta quinta-feira a cidade de Duma como parte do acordo, segundo o ministério da Defesa da Rússia.

Em Moscou, as Forças Armadas russas informaram que a bandeira síria foi hasteada em Duma.

O governo sírio não anunciou oficialmente até o momento a conquista de Duma, última etapa para assumir o controle total de Ghuta Oriental.