Presidente do Equador confirma o assassinato dos jornalistas sequestrados

Quito, Equador, 13 Abr 2018 (AFP) - O presidente do Equador, Lenín Moreno, confirmou nesta sexta-feira o assassinato em cativeiro dos dois jornalistas e o motorista do jornal El Comercio, que foram sequestrados em 26 de março na fronteira com a Colômbia.

"Lamentavelmente temos a informação que confirma o assassinato de nossos compatriotas", expressou o governante em uma declaração ante a imprensa.

jm-sp/vel/ml/cn

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Receba por e-mail as principais notícias sem pagar nada.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos